Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Gordura no fígado / Esteastose Hepática

 

A esteatose hepática esta cada dia mais presente na realidade da população sem ter qualquer relação com o consumo de bebidas alcoólicas, estima-se que um terço da população apresenta o problema, sendo de 80 a 90% obesos, pois a obesidade é um fator de risco importante para a esteatose hepática não alcoólica.

Como algumas consequências, temos: aumento do tamanho do fígado com dor e falha do órgão, fadiga crônica, resistência à insulina, diabetes mellitus, entre outras. 

É uma doença que tem cura, porém se não for tratada, pode progredir até um câncer hepático.⠀

O tratamento é feito com um médico para utilização de medicamentos, porém, em conjunto, com nutricionista e educador físico, deve haver mudança no hábito de vida  reeducação alimentar, redução de peso e prática de atividade física.

Aqui vão algumas dicas de alimentação:

Reduza seu consumo calórico (mas não radicalmente - procure um nutricionista para fazer essa adequação); 

Reduza o consumo de carboidratos, dando preferência aos integrais;

Evite os alimentos industrializados, principalmente os que contêm frutose adicionada (não a frutose presente na fruta) e açúcar em todas as suas formas (atente-se ao rótulo dos produtos. Evite: xarope de milho, açúcar invertido, sacarose, xarope de glicose, entre outros);

Aumente o consumo de gorduras boas  abacate, óleo de linhaça, azeite de oliva extravirgem, castanhas, etc.;

Inclua fibras e amido resistente na alimentação farelo de aveia, biomassa da banana verde, etc.;

Consuma legumes e verduras diariamente e de forma variada. Faça um prato colorido.

Consuma mais peixes, reduzindo o consumo de carne vermelha;

Fique longe dos refrigerantes; prefira chás naturais, não industrializados.

 

Nossos posts e artigos são produzidos em colab com nutris parceiros(a)

 

Nutricionista Bruna Couto | CRN-3/32.369